Talvez você já tenha até visto ou ouvido o termo drinkability, mas será que sabe o que ele significa?

                       O vocabulário no mundo cervejeiro é um vasto terreno recheado de termos que possuem definições para diversas especificações. Há termos destinados à qualidade da cerveja, às cores, aos aromas, aos processos de fermentação, dentre muitos outros. E alguns desses termos se destacam pela particularidade de estarem aliados mais ao gosto pessoal do que à qualidade em si. Vamos entender melhor sobre o Drinkability em uma breja.

                       Vamos partir de uma definição direta, Drinkability é a qualidade que uma cerveja possui em ser tomada várias vezes, um copo atrás do outro. Esse é um termo que não tem uma tradução abrasileirada, mas se formos ver ao pé da letra, significa algo como a ‘’bebabilidade’’ que a cerveja possui, a facilidade em que o degustador tem de tomar um certo estilo de cerveja.

José Raimundo Padilha, sócio do The Beer Planet, professor na ESCM e colunista da Band News, explicando o que é drinkability para a Revista da Cerveja.

 “Drinkability é aquela habilidade que uma cerveja tem de ser bebida aos grandes goles, uma taça atrás da outra. É a cerveja que acaba primeiro na geladeira, o barril que ronca antes dos outro […] em compensação, existem cervejas que você não sente vontade de parar de beber, mesmo que o sabor não seja assim tão incrível. São aquelas que você não dá a mínima por elas, mas que são as primeiras a acabar, isso é o drinkability’’ – José Raimundo Padilha.

 

 

           Vale lembrar que o Drinkability não está relacionado com a qualidade de uma cerveja, pois o gosto é muito particular, varia de pessoa para pessoa; apesar que em alguns estilos haja um senso comum, ainda não é possível afirmar que uma cerveja é mais ‘’bebível’’ que outra. A frase correta seria, ‘’tal cerveja tem mais drinkability para o meu paladar’’.

Um exemplo é a comparação entre uma Session IPA e uma Russian Imperial Stout; uma vez que as características de uma Session por si só já trazem cervejas com menor amargor e se for uma Session IPA ainda junta com as propriedades cítricas das IPAs, tornando – em tese – um estilo de cerveja muito refrescante e com alto Drinkability. Já a Russian Imperial Stout apresenta um alto ABV e IBU (percentual alcoólico e índice de amargor, respectivamente), tornando-o um estilo de cerveja que em muitos casos não é apreciado aos goles, e sim com ainda mais moderação.

E é importante salientar mais uma vez, que o indicie de drinkability não interfere na qualidade da cerveja. Temos esses dois estilos premiados aqui em nossa cervejaria:

  •         Apocalipse | Russian Imperial Stout (ABV 10,0% – IBU 90) – Medalha de Ouro (South Beer Cup) e Medalha de Prata (Concurso Brasileiro da Cerveja).
  •         Serena Session | Session IPA (ABV 4,8% – IBU 30) – Medalha de Ouro no Concurso Brasileiro da Cerveja (2018).
Paulo Eduardo Nami Filho, sommelier Doemens, cervejeiro, responsável pelo planejamento e controle de produção da Cervejaria Cathedral.

‘’Drinkability não é apenas um indicador de frescor, mas também um atestado de que a cerveja foi bem executada, sem off-flavours, produzida com técnicas adequadas de processo e que esteja equilibrada. Fabricar determinados estilos de cerveja com alto drinkability é um desafio que toda cervejaria enfrenta, e a atenção total ao processo é determinante para o resultado final do produto.’’ – Paulo Eduardo Nami Filho.

 

 

A Cervejaria Cathedral se preocupa com a satisfação do consumidor em geral, tanto aquele que já possui um paladar mais treinado em relação a cervejas artesanais quanto alguém que está começando sua jornada como apreciador desse líquido sagrado que tanto amamos.

Agora que você já sabe o significado desse termo tão usado no mundo cervejeiro, que tal vir provar diferentes estilos de cerveja e ver qual possui uma maior “bebabilidade”? Compare com seus amigos, experimente, deguste e analise. Cerveja é muito mais do que uma bebida gelada com espuma, cerveja é arte. Deixe nos comentários qual estilo possui um maior drinkability para você.

Abaixo, uma rápida lista de estilos que normalmente despertam um alto drinkability no paladar:

  •         Cathedral Oktoberfest | Oktoberfest (ABV 5,20% – IBU 22) – Medalha de Ouro no Concurso Brasileiro da Cerveja (2018).
  •         Sul Wave | Hoppy Lager (ABV 4,50% – IBU 18) – Medalha de Bronze no Concurso Brasileiro da Cerveja (2016).
  •         Yellowspício | Session Rye IPA (ABV 5,00% – IBU 30) – Medalha de Prata no Concurso Brasileiro da Cerveja (2018).
  •         Serena Session | Session IPA (ABV 4,80% – IBU 30) – Medalha de Ouro no Concurso Brasileiro da Cerveja (2018).
  •         Monarca | Dortmunder Export (ABV 5,20% – IBU 26) – Medalha de Ouro no Concurso Brasileiro da Cerveja (2018).
  •         Belladonna | Belgian Table Beer (ABV 5,20% – IBU 15) – Medalha de Ouro no Concurso Brasileiro da Cerveja (2017).

            Não esqueça de nos fazer uma visita, atendemos em duas unidades, com estilos 100% fabricados pela própria cervejaria. Consulte em www.cervejariacathedral.com.br as cervejas disponíveis nas unidades Cathedral.

Cervejaria Cathedral Fábrica Bar
Av. Dr. Alexandre Rasgulaeff, 5733
Terça – Quinta: 17h – 01h;
Sexta: 18h – 01h30;
Sábado: 18h – 01h30;
Domingo: 18h – 23h.

Cathedral Sports Bar
Av. Xv de Novembro, 170
Segunda – Sábado: das 11h à 01h;
Domingo: das 11h às 23h.

''Todo o pão carrega a triste história de um trigo que sonhou em ser uma cerveja''

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *